Este espaço é desaconselhável a menores de 21 anos,
porque a história de nossos políticos
pode causar deficiência moral irreversível.

É a vida de quengas disfarçadas de homens públicos; oportunistas que se aproveitam de tudo e roubam sem punição. Uma gente miúda com pose de autoridade respeitável, que engana o povo e dele debocha; vende a consciência e o respeito por si próprios em troca de dinheiro sujo. A maioria só não vende o corpo porque este, além de apodrecido, tem mais de trinta anos... não de idade, mas de vida pública.


terça-feira, 11 de setembro de 2007

Lula sob uma visão geométrica

Lula é um polígono irregular. Tem diversos lados, completamente diferentes um do outro. Com suas diversas faces antagônicas, Lula pode ser visto como uma triste figura disforme.

O desenho acima é o que eu chamaria de uma visão geométrica do presidente Lula, onde aparecem suas diversas faces. Algumas correspondem à realidade luliana, presente no dia-a-dia e suportada por aqueles que precisam - ou preferem - trocar sua dignidade por um bom salário ou um cargo "importante". Outras, mais conhecidas, são uma imagem fictícia, que aparecem apenas diante dos holofotes.
Os diversos – e antagônicos – lados de Lula :

- simples e humilde, mesmo depois de eleito Presidente
- excessivamente vaidoso, com grave problema de egolatria
- trabalhador incansável
- um vagabundo que trabalhou pouco tempo, viveu a maior pate de sua vida escorado no sindicalismo e não teve interesse algum em estudar (e tempo para isso não faltou)

- doce criatura, apresentada como 'Lula paz e amor'
- extermamente agressivo e grosseiro com os que estão à sua volta
- grande gerenciador do dinheiro público
- esbanjador compulsivo

- tem predilleção por cachaça
- sua bebida predileta é o uísque importado, desde criancinha
- respeita todos as pessoas
- debocha e ridiculariza os outros - humilha seus subordinados

- Pai dos Pobres, preocupado com o povo
- populista, tapeador, manipulador da ignorância e da miséria alheia

Cada um dos diversos lados de Lula merece um capítu, com dados verdadeiros retirados de livros, revistas e jornais.