Este espaço é desaconselhável a menores de 21 anos,
porque a história de nossos políticos
pode causar deficiência moral irreversível.

É a vida de quengas disfarçadas de homens públicos; oportunistas que se aproveitam de tudo e roubam sem punição. Uma gente miúda com pose de autoridade respeitável, que engana o povo e dele debocha; vende a consciência e o respeito por si próprios em troca de dinheiro sujo. A maioria só não vende o corpo porque este, além de apodrecido, tem mais de trinta anos... não de idade, mas de vida pública.


sexta-feira, 28 de dezembro de 2012

A síndrome do "vitimismo"

 
 
"Sempre que alguém critica o presidente Mujica, ele reage com um 'vitimismo' quase infantil."
 
Comentário feito no Editorial do Jornal El País, página A-15
 26.12.2012
 
 
Como o presidente Mujica é um esquerdista, chegamos à conclusão de que esse tal de "vitimismo" é uma doença mental gravíssima que sempre ataca essa gente. 

 


Portanto, para se curar, basta virar à direita.

Vale tudo, vale até cultura

  
Curtura a 50 ''mé réis''
Uma defasagem beneficamente grande para uns
 e um benefício grandemente defasado para outros 
 
 

 
Com que desprezo, com que deboche é tratado esse povinho brasileiro! E ainda ficarão revoltados se colocarmos em questão essa dádiva de mais alguns 'mé réis' em seu bolso. 
 
 
Reportagem FERNANDA ODILLA
NÁDIA GUERLENDA - BRASÍLIA
 
Apesar de ter sido sancionado nesta quinta-feira (27), o benefício de R$ 50 mensais para os trabalhadores gastarem com cultura deve ser pago somente no segundo semestre de 2013. O governo federal tem 180 dias para regulamentar o Vale Cultura.
A demora em fazer o Vale Cultura virar lei tem consumido o poder de compra do benefício. Desde que o projeto inicial foi proposto no Congresso, em 2009, até agora, o poder de compra já caiu 16,9%, de acordo com estudo da FGV (Fundação Getúlio Vargas).
PARA QUEM MERECE SER TAPEADO
"Realmente há uma defasagem, mas nós fizemos um cálculo e, se fôssemos ampliar, ia ser muito mais complicado. Acredito que com R$ 50 por mês dá para pegar um bom cineminha e ainda um teatro", afirmou a ministra da Cultura, Marta Suplicy.
 
Apesar de ter sido pensado para atender os cerca de 17 milhões de trabalhadores com carteira assinada que ganhem até cinco salários mínimos (R$ 3.390), Marta afirmou que se trata de um número "potencial". O governo trabalha com uma previsão "otimista" de 10 milhões de beneficiados.
CUMPRIMENTANDO COM O CHAPÉU DOS OUTROS, OU SEJA, O GOVERNO PRETENDE FAZER PAPEL DE BONZINHO, MAS QUEM PAGARÁ A CONTA SERÁ O EMPREGADOR.
Dos R$ 50 mensais, R$ 45 serão bancados pelo governo federal via renúncia fiscal aos empregadores (cerca de R$ 7 bilhões anuais) e o restante, pelos trabalhadores ou pelas empresas que quiserem custear.
A adesão ao benefício não é obrigatória. Para Marta, vai existir "pressão" para que as empresas implantem o Vale Cultura. O governo quer que os aumentos do benefício, não previstos na legislação, sejam bancados pelo setor privado.
"GENEROSIDADE"
LIBERDADE DE ESCOLHA
O Vale Cultura poderá ser usado para aquisição de produtos culturais de qualquer espécie, a critério do trabalhador. Segundo a ministra, isso não significa necessariamente que as grandes produções serão beneficiadas com o aumento de público.
Ela descartou qualquer possibilidade de o governo condicionar os gastos. "A graça desse projeto é que a pessoa escolhe onde quer gastar. Se eu quero gastar tudo em livro, eu vou gastar, se eu quero economizar para ir a uma peça de R$ 200, eu vou fazer", afirmou.
O Vale Cultura havia sido apontado como prioridade da ex-ministra Ana de Hollanda, que deixou a pasta em setembro sem conseguir a aprovação do projeto.
Assim que assumiu o ministério, Marta Suplicy transformou o benefício em vitrine de sua gestão e foi ao Congresso pedir urgência na votação.
 
É HORA DE REVERTER TODO ESSE DEBOCHE, MESMO QUE NOSSO POVO IGNÓBIL NÃO PERCEBA QUE ESTÁ SENDO FEITO DE OTÁRIO MAIS UMA VEZ. QUANDO RIEM DA CARA DE ELEITORES DEBILÓIDES, ESTÃO RINDO DA NOSSA TAMBÉM.
 
 
 

quinta-feira, 27 de dezembro de 2012

ME AGUARDE ITAÚ, QUE JÁ ESTOU CHEGANDO!


 
Já imaginou?
 
Para não atravessar a fronteira  com dinheiro no bolso  (se fosse um nefasto político o colocaria na cueca!), você pega seus trocados e faz um ENORME FAVOR A UM BANCO QUALQUER.
 
Entra num chamado Itaú, por ser mais próximo, abre uma conta e coloca ali o seu rico dinheirinho.
 
Recebe um lindo cartãozinho internacionalmente mágico e suspira aliviado.
 
Ultrapassa a fronteira com o tal cartãozinho no bolso.
 
Chegando ao outro país, na hora de pagar a conta do restauraurante  COM O SEU DINHEIRO, GENEROSAMENTE COLOCADO NAQUELE TAL BANCO, TEM UMA SURPRESA: o seu cartão é recusado.
 
Daí em diante, seu cartão costuma ser recusado em um ou outro estabelecimento, e você vai contar sempre com os tostões extras que muito provisoriamente levou, e não permitem que morra de  'inanição'.
  
Para completar, conhecemos um outro brasileiro ''desvalido''  que, da mesma forma, FEZ A GENTILEZA de colocar o que tinha naquele banquinho.
 
 
Enquanto isso,
o tal banquinho usa e abusa do dinheiro alheio para
INVESTIR EM VANTAGENS PRÓPRIAS.
 
 
E NÃO ME VENHAM DIZER
QUE O PROBLEMA ESTÁ NO Itaú Uruguaio,  
POIS ISSO SERIA PROBLEMA DELES E NÃO NOSSO!
 
Enquanto tudo vai acontecendo, vou aquecendo minhas turbinas.
QUE O ITAÚ ME AGUARDE!
 
 


quarta-feira, 26 de dezembro de 2012

Perder de um lado para ganhar de outro?


Renda per capita dos brasileiros cai com 'pibinho' de 2012

 
A bola torta
Analise: BC perdeu o controle inflacionario

26/12/2012-03h00 

Artigo completo em
http://www1.folha.uol.com.br/mercado/1206375-renda-per-capita-dos-brasileiros-cai-com-pibinho-de-2012.shtml


Na semana passada, o Banco Central, seguindo os rituais associados ao nosso finado regime de metas para a inflação, divulgou seu Relatório de Inflação, publicação trimestral que, em outros tempos, foi o principal canal de comunicação da autoridade monetária com o público.
 
 
Naquela época, analistas vasculhavam cuidadosamente o documento, em particular as previsões do Copom sobre a evolução esperada dos preços, variável crucial para as decisões de política monetária.
 
 
Nos dias de hoje, as previsões do BC atraem bem menos a atenção. Em parte, talvez a principal parte, porque é mais do que claro que elas deixaram de guiar as taxas de juros determinadas pelo Copom.
 
 
Em mais de uma instância, mesmo prevendo inflação acima da meta e crescente, o BC simplesmente ignorou suas próprias projeções e persistiu na trajetória de redução da taxa de juros.
 
 
Quem ainda não percebeu, falta pouco
 - MUITO POUCO! -
para que os brasileiros percebam "os milagres" PTistas.
 
 
Xô PT


 
 

terça-feira, 25 de dezembro de 2012

Ótimas sugestões de Alberto Figueiredo

 
 
 
O Brasil está eticamente doente, a corrupção sempre existiu e existirá, porém, aqui, o PT conseguiu transformar a corrupção em norma. Hoje não se sabe até onde chega. 

Se houvesse quem realmente investigasse sem amarras todos os governos seriam expurgados. A corrupção impera nos três poderes, atinge os cidadãos e uma grande parte deles passa a seguir os ditames da cartilha da corrupção.
Se fosse possível o Brasil teria que passar por uma quarentena, um período onde mesmo existindo, pois, jamais se evitará que ela exista os patamares fiquem pelo menos no aceitável (infelizmente). Pessoalmente não acho que exista no Brasil um nome que esteja acima não apenas da corrupção mas também da chantagem. Assim talvez se fosse possível o Brasil passaria um tempo sob o comando de uma regência tríplice, com nomes escolhidos pelos cidadãos livremente não como nas eleições onde nos votamos nos FDP indicados pelos outros FDP. Ou em outra hipótese por um grupo composto por: As três forças, supervisionadas por uma assembléia composta por cidadãos de cada Estado inscritos, investigados e eleitos, sem renumeração que votariam via internet nas propostas da regência. Cidadãos que nunca tivessem tido ligação com o mundo político. Tudo isso não antes de promover um grande encontro dos que hoje sabemos corruptos com o senhor deles, o cara de chifres.


 
''O Brasil esta eticamente doente.''
CABERÁ A NÓS CURÁ-LO DE TÃO GRAVE DOENÇA.
 
 
 
 
 

segunda-feira, 24 de dezembro de 2012

O 'déjà vu' de Paulo Okamotto.

 



Entre outras coisas, Okamotto é responsável pela administração das contas pessoais do ex-presidente desde o tempo em que ---- presidiu o Sindicato dos Metalúrgicos de São Bernardo do Campo. A leitura do Estadão de 11 de dezembro provocou-me a sensação de estar vivendo de novo uma experiência já vivida. O chamado déjà vu.
 
Em 1979, durante a greve dos metalúrgicos do ABC, Okamotto fazia parte de um esquema paralelo. Seu nome ...
 ......
 
Faço esse breve relato para registrar que não tenho nenhum motivo para por em dúvida o depoimento de Marcos Valério, um dos responsáveis pelo mensalão que o levou a ser condenado a mais de 40 anos de prisão. Parece que foi para mim que Okamotto disse: “Tem gente no PT que acha que a gente devia matar você. (…) Ou você se comporta, ou você morre.”

 
(*) Paulo de Tarso Venceslau, ex-petista e ex-secretário de Finanças da prefeitura de São José dos Campos, é economista e diretor de redação do Jornal Contato.
 

 
Muito provavelmente PAULO DE TARSO VENCESLAU, aceitará nos enviar um de seus artigos ou nos permitirá escrevê-lo no livro que será lançado no próximo ano, da mesma forma que foi composto o livro de Marcos Pontes, um outro com os artigos excelentes de 21 blogueiros.

Motivo: quanto mais livros forem editados, mais se evidenciará a revolta de quem ainda PENSA no Brasil.
 
 
 
 
 

domingo, 23 de dezembro de 2012

SNIFF, SNIFF! Não olhar para trás - Mirian Leitão


Bom mesmo seria não olhar para a frente e não perceber que seu "caminho chegou ao fim".

Nem é preciso ser um grande economista para perceber que, como ele diz e é citado no artigo de Mirian Leitão, a situação de uma possível ""herança BENDITA"" já teria chegado ao fim.
 
 

Coluna de Mirian Leitão no GLOBO de  hoje - 


Não basta o governo investir, tem que investir certo. “Construir pirâmides não vai desenvolver o país”, diz Armínio Fraga. Trem-bala é pirâmide, na visão dele. Aliás, de muita gente. O governo está neste momento com nostalgia do modelo dos anos 1970. “Não sou pessimista com o Brasil a médio prazo, mas agora o governo está olhando demais para um modelo que deu errado.”
 
 

 
 
 
 
 

O Forest Gump brasileiro - Cláudio Paschoal

 



Texto satirizado por Claudio Paschoal
 


 
 
ETERNAS COINCIDÊNCIAS EM FILME E "A CORES"
Em torno delle e da sua insignificante figura, as pessoas se reúnem e até discutem.Discutem a respeito da sua existência, do que não fez, do que disse. Ele não escreveu nada, além de alguns rabiscos num papel de pão, destinado entretanto a parentes, o que não conta. A respeito delle se escreveram milhares de mentiras à vontade; pois os jornalistas comprados com o suado dinheiro do povo desdentado e ignorante fica encantando com tantas mentiras a respeito do eterno pinguço de garanhuns. Sua fama correu o mundo. principalmente após o repórter americano ter contado aos estrangeiros que elle vivia bêbado durante 24hs.
Sem dispor de títulos honoríficos ou diplomas universitários,e sempre fazendo apologia ao analfabetismo e ao desconhecimento da leitura, o que disse constitui um pacote de sandices e os que pautam a sua vida nas palavras delle, encontram a desgraça logo adiante.
Escolheu colaboradores entre pessoas da elite e banqueiros, e a eles chamou companheiros, cultivando a amizade interesseira,todos escolhidos com o dedo indicador pois, o mindinho cortou propositadamente para receber salário sem trabalhar; tendo sido foi afastado por "invalidez".
Sua vida pública foi longa e desinteressante. Dez anos sempre muito polêmicos. Elle falou a respeito de tudo sem entender absolutamente nada de nada, dizendo só abobrinhas e coisas de pinguço , alertando para os erros que sempre viu nos outros, convidando as pessoas a pensarem a respeito do que viam, ouviam, não se permitindo simplesmente serem conduzidas como cegos sem direção por pessoas do bem do belo e do estado democrático de Direito. Com seu palavreado de bar e de gente "simples" fez com que o povo desletrado e desinteressado propositadamente, o seguissem bovinamente para o abatedouto, fazendo delle seu líder incontestável.
Sua tônica era com gin, pinga mesmo ou steinheger, nunca o bom senso. Dócil quando alcoolizado, sabia utilizar a energia quando achava que se fazia necessário. Uma raposa astuta, distribuía dinheiro aos que o buscavam.Sempre fingiu estar ao lado do povo e defender o povo;pois sabia falar de peixes e redes a pescadores. Aos pastores, discursava sobre ovelhas, redil e a qualidade de bom pastor principalmente com a hora da passagem da sacola do dízimo. Com as mulheres do povo, falava a respeito de seu apetite sexual imenso em comer uma récem-viuvinha; ainda que fosse um tribufu como a marisa letícia que de bonito só tem o nome. Sempre falou ao povo da preocupação que deveriam ter com seus filhos, com seu futuro,assim como elle houvera feito para o seu Ronaldinho, seu filho ladrãozinho que nem o pai.
A todos convidava a agir na moita, como receita de felicidade. Ensinava empreendimento, lecionando que a casa da moeda é de todos os filhos, especialmente os seus e os de seus aliados.
Abraçou crianças e as tomou em seu regaço, tudo em nome do partido. Deteve-se a falar a um moço bom que se sentia insatisfeito e buscava algo mais para sua vida. Convidou-o a segui-lo e depois o colocou como ministro do supremo, para ter mais um aliado a seu favor pois já contava com o filho da vizinha que elle andava comendo.
Esclareceu o Doutor da lei a quem procurou na calada da noite, para dissipar suas dúvidas e descerrou a ele e ao futuro, a revelação da vida recheada de Euros, que se repete em tantas oportunidades até que o cidadão alcance a aposentadoria.
Comparou-se ao pastor que conhece as suas ovelhas e as "protege". Comparou-se ao amigo que paga uma pinga a outro amigo num momento de dureza financeira. Aceitou para si o título de mestre, de doutor honoris causa e de qualquer outro título que venham lhe outorgar ainda que nem saiba de que se trata e para que serve.
Não permitiu que o chamassem bom, pois esta denominação só serve ao mortal comum,sempre posou de Senhor do Universo e até hoje compara-se ao Deus único dos cristãos.
Sempre desrespeitou as leis dos homens, julgando todas tolas ou injustas. Roubou imposto no templo ( a casa de tolerância chamada de legislativo), exigência dos sacerdotes ou madres superioras dos tempos atuais.
Dizia não ter de seu sequer uma pedra para repousar a cabeça. Confiante, ensinava que era filho de pai e mães analfabetos mas que se soubesse com quem andar nunca lhe faltaria o pão de ló a picanha, o vinho importado de cada dia e assim o faz até os dias de hoje, vivendo sempre mamando nas gordas tetas dos cofres do governo.
Ensinou que ninguém temesse a morte, porque todos são imortais desde que façam parte da academia brasileira de letras.
Este ensaio é uma ficção montada em cima de uma homenagem ao, este sim um Grande Homem, ungido de Belém, conhecido também por Jesus Cristo. Quando comecei a ler o original não resistí a tentação da blasfêmia e mandei bala. Resultou no texto acima, exatamente o oposto do que o Outro sempre fez.

 
Algumas palavras sobre elle: (o original)
Em torno delle e da sua insignificante figura, as pessoas se reúnem e até discutem.Discutem a respeito da sua existência, do que não fez, do que disse. Ele não escreveu nada, além de alguns rabiscos num papel de pão, destinado entretanto a parentes, o que não conta. A respeito delle se escreveram milhares de mentiras à vontade; pois os jornalistas comprados com o suado dinheiro do povo desdentado e ignorante fica encantando com tantas mentiras a respeito do eterno pinguço de garanhuns. Sua fama correu o mundo. principalmente após o repórter americano ter contado aos estrangeiros que elle vivia bêbado durante 24hs.
Sem dispor de títulos honoríficos ou diplomas universitários,e sempre fazendo apologia ao analfabetismo e ao desconhecimento da leitura, o que disse constitui um pacote de sandices e os que pautam a sua vida nas palavras delle, encontram a desgraça logo adiante.
Escolheu colaboradores entre pessoas da elite e banqueiros, e a eles chamou companheiros, cultivando a amizade interesseira,todos escolhidos com o dedo indicador pois, o mindinho cortou propositadamente para receber salário sem trabalhar; tendo sido foi afastado por "invalidez".
Sua vida pública foi longa e desinteressante. Dez anos sempre muito polêmicos. Elle falou a respeito de tudo sem entender absolutamente nada de nada, dizendo só abobrinhas e coisas de pinguço , alertando para os erros que sempre viu nos outros, convidando as pessoas a pensarem a respeito do que viam, ouviam, não se permitindo simplesmente serem conduzidas como cegos sem direção por pessoas do bem do belo e do estado democrático de Direito. Com seu palavreado de bar e de gente "simples" fez com que o povo desletrado e desinteressado propositadamente, o seguissem bovinamente para o abatedouto, fazendo delle seu líder incontestável.
A Sua tônica era com gin, pinga mesmo ou steinheger, nunca o bom senso. Dócil quando alcoolizado, sabia utilizar a energia quando achava que se fazia necessário. Uma raposa astuta, distribuía dinheiro aos que o buscavam.Sempre fingiu estar ao lado do povo e defender o povo;pois sabia falar de peixes e redes a pescadores. Aos pastores, discursava sobre ovelhas, redil e a qualidade de bom pastor principalmente com a hora da passagem da sacola do dízimo. Com as mulheres do povo, falava a respeito de seu apetite sexual imenso em comer uma récem-viuvinha; ainda que fosse um tribufu como a marisa letícia que de bonito só tem o nome. Sempre falou ao povo da preocupação que deveriam ter com seus filhos, com seu futuro,assim como elle houvera feito para o seu Ronaldinho, seu filho ladrãozinho que nem o pai.
A todos convidava a agir na moita, como receita de felicidade. Ensinava empreendimento, lecionando que a casa da moeda é de todos os filhos, especialmente os seus e os de seus aliados.
Abraçou crianças e as tomou em seu regaço, tudo em nome do partido. Deteve-se a falar a um moço bom que se sentia insatisfeito e buscava algo mais para sua vida. Convidou-o a segui-lo e depois o colocou como ministro do supremo, para ter mais um aliado a seu favor pois já contava com o filho da vizinha que elle andava comendo.
Esclareceu o Doutor da lei a quem procurou na calada da noite, para dissipar suas dúvidas e descerrou a ele e ao futuro, a revelação da vida recheada de Euros, que se repete em tantas oportunidades até que o cidadão alcance a aposentadoria.
Comparou-se ao pastor que conhece as suas ovelhas e as "protege". Comparou-se ao amigo que paga uma pinga a outro amigo num momento de dureza financeira. Aceitou para si o título de mestre, de doutor honoris causa e de qualquer outro título que venham lhe outorgar ainda que nem saiba de que se trata e para que serve.
Não permitiu que o chamassem bom, pois esta denominação só serve ao mortal comum,sempre posou de Senhor do Universo e até hoje compara-se ao Deus único dos cristãos.
Sempre desrespeitou as leis dos homens, julgando todas tolas ou injustas. Roubou imposto no templo ( a casa de tolerância chamada de legislativo), exigência dos sacerdotes ou madres superioras dos tempos atuais.
Dizia não ter de seu sequer uma pedra para repousar a cabeça. Confiante, ensinava que era filho de pai e mães analfabetos mas que se soubesse com quem andar nunca lhe faltaria o pão de ló a picanha, o vinho importado de cada dia e assim o faz até os dias de hoje, vivendo sempre mamando nas gordas tetas dos cofres do governo.
Ensinou que ninguém temesse a morte, porque todos são imortais desde que façam parte da academia brasileira de letras.
Este ensaio é uma ficção montada em cima de uma homenagem ao, este sim um Grande Homem, ungido de Belém, conhecido também por Jesus Cristo. Quando comecei a ler o original não resistí a tentação da blasfêmia e mandei bala. Resultou no texto acima, exatamente o oposto do que o Outro sempre fez.




 

Sindicato de um lado, PT do outro?

 
Descontentes com política econômica, sindicatos brasileiros
terminam "lua de mel" com Dilma
- Reportagem de Juan Arias Do El País, no Rio -        
 

Os sindicatos anunciaram à presidente do Brasil, Dilma Rousseff, que foi terminada sua prolongada

"lua de mel" com ela.

Ou seja, acabou o 'tesão'. 
 
Descontentes com... ""a política econômica"" da presidente, quatro das cinco maiores centrais sindicais do país subscreveram um documento de denúncia à mandatária e convocaram para 6 de março uma marcha de protesto em Brasília na qual esperam reunir mais de 20 mil trabalhadores.
 
 
Que essa enorme quantidade de trabalhadores escolha, então: ficarão com os Sindicatos, seus 'defensores', ou com a predidente PTista que também os defenderia eternamente.  
 
 
Ó DÚVIDAS, Ó CÉUS!!! 
Ó MUNDOS CRUÉUS!!!
 
 
A única que não esteve presente na reunião em que se redigiu o documento foi a CUT, ligada ao PT (Partido dos Trabalhadores, a formação de Dilma e Lula), mas acabou assinando o texto.
 
 
"A presidente não cumpriu nestes dois anos de governo nenhuma das reivindicações das centrais, as quais recebeu uma só vez", explica o deputado Paulo Pereira da Silva, presidente da Força Sindical. "Foi uma lua-de-mel recorde de dois anos, mas essa lua-de-mel acabou hoje", anunciou Pereira esta semana. 
 
 
O QUE SE PODE ESPERAR de um problema tão grave nesse tipo de 'casório':
 
1- Que a presidente Dilma, mesmo sendo PTista, insista em prejudicar os trabalhadores,  embora apresente uma ou outra alternativa para cometer "tal deslize", obrigando os sindicatos brasileiros a manter sua revolta;
 
2- Que ela mude de idéia (!) e resolva dar um aumento salarial significatico aos assalariados, afinal é disso que dependem as vantagens de qualquer sindicato (fora outras coisitas mais) e da valorização que poderiam oferecer a ela e ao partido (já partido... em pedacinhos) .
 
3- Caso ocorra e compareça a enorme quantidade de trabalhadores ao protesto de março, a grande maioria deverá, ao menos, ser recolhido para ir até à marcha.
 
4- Grande parte dos pertencentes à marcha irão sem saber exatamente para que serviria aquilo.
 
5- A marcha será feita num dia-de-semana, para substituir, logicamente, um dia de serviço do empregado, o que prejudicará, como de hábito, apenas o  empregador.
 
6- Sindicatos e oportunistas de um modo geral se beneficiarão;
 
7- O empregado será enganado mais uma vez e o empregador é quem levará o tranco. 

 


 


sábado, 22 de dezembro de 2012

Joaquim seria o Frossard Barbosa ?


Lembram da Denise Frossard? 
Haverá algo parecido entre
Denise Fossard e Joaquim Barbosa

Ou Joaquim Barbosa seria um Joaquim Frossard?

Vamos aguardar para ver qual seria o melhor.





 

Vamos aguardar mais um pouco!

 
Eduardo Campos diz que apoiará
candidatura de Dilma em 2014 -
 
E.Campos é o político que aparece em um vídeo 'babando' da forma mais ridícula possível  ao ouvir  "a grosseria ignorante", quando ainda presidia o nosso país.  Em pleno 'auditório', com um microfone nas mãos, ----  contava mais uma  história da carochinha; no meio de um monte de abobrinha, contava como o haviam reconhecido em uma padaria em pleno 196-e-qualquer-coisa, quando ainda não era conhecido nem  mesmo por seus próprios vizinhos.
 

 
 
Aguardem ! 
 
 
 

 


sexta-feira, 21 de dezembro de 2012

Quem poderá ser o próximo presidente?

 
 
Dilma ou ____ ? 
Aécio Neves ou sabe-se lá quem ?
 
 
Qual será o único meio de reverter essa patifaria
generalizada seja do partido que for?
 
 
 

A inteligência foi saqueada!

 
 
  • Na Argentina,  os saques se alastram, com consequências previsíveis - Presidência: uma ditadora esquerdista. Por acaso conhecemos uma argentina em Arapey, que nos informou que Cristina Kirchner foi eleita e reeleita pelo  mesmo tipo de "zumbi" que elegeu os outros presidentes de extrema esquerda do Brasil, por exemplo.
 
  • No Brasil, a  imoralidade/ladroagem já se tornou uma epidemia. Presidência petista: igualmente esquerdóide, há quase uma década.
 
  • O Uruguai, para onde voltamos por ser uma pais com cidades limpas, com gente educada, virou um semi-Rio de Janeiro. Gente jogada pelas ruas do centro, cheia de criancinha em volta para amolecer os corações dos passantes abobalhados; lojas vazias e outras fechadas; camelôs vendendo um monte de coisa barata de acordo com o salário de quem ainda tem seu emprego; ruas imundas no centro da cidade. Presidência: um esquerdista que, aparentemente não se aproveita do cargo, mas que nem por isso deixa de ser esquerdista. Antiga comparação em http://puteiro-nacional.blogspot.com/2011/06/uruguai-e-brasil-comparacoes.html.  É melhor acreditar em Papai Noel e jurar que, após o Natal, tudo voltará a ser como era antes !
 
QUANTA COINCIDÊNCIA, NÃO É MESMO?
 
 
Que tal fazer um levantamento em outros países
como Cuba, Venezuela, Bolívia, Paraguai...?
 
 
 
 

quinta-feira, 20 de dezembro de 2012

Castigo às criancinhas mimadas do PT

 
Como se fossem criancinhas mimadas, PTistas gritam, berram e dão pulinhos por verem que seu limite está chegando ao fim, ou já chegou, como já se tornou evidenciado.
 
 
As 'criancinhas' que se achavam inatingíveis, hoje, são punidas.  "Mas quanto abuso!  Como poderiam fazer isso com o partido que se dizia o salvador da humanidade!  Como podem atacar ____, o deus que veio ao mundo para acabar com a fome?  Ó céus!!!
 
 
"Me deixa roubar em paz
que seu cargo estará garantido."
 
 
O STF julgou os envolvidos no mensalão mais de acordo com a seriedade exigida pelos cidadãos  (não os zumbis, que só existem na hora de emporcalhar a cidade ou votar), ignorando o  desejo onipotente dos petistas. 
 
 
Uns  absolvidos, outros condenados, penas determinadas (embora ninguém tenha saído num camburão até agora) . O procurador-geral Roberto Gurgel 'ignorou' o Senado com sua ausência e decretou a prisão dos condenados, obrigando advogados a apresentarem petição na tentativa de livrar a cara de seus clientes  (nossos clientes, na verdade, pois somos nós que pagamos a conta... no fim das contas).
 
 
Dizem "as más línguas" que o pedido de Gurgel deverá ser decidido pelo plenário quando acabar o recesso e que - PASMEM!- ainda pretendem evitar que o presidente Joaquim Barbosa decida sozinho, por motivos óbvios, embora aleguem motivos mais do que justos, justíssimos, é claro.
 
 
QUANTO MAIS DIVULGARMOS A FRAQUESA PETISTA,
MAIS FRACOS FICARÃO.
 



quarta-feira, 19 de dezembro de 2012

Vai atrás de Hugo Chaves, vai!

 
 
Em meio às denúncias (MAIS DO QUE COMPROVADAS) que o envolvem definitivamente no meio de toda a maracutáia petista, ____ afirmou hoje  que voltará a andar pelo país no próximo ano 2013, pois não será derrotado por nenhum "vagabundo".
 
 
"Só existe uma possibilidade de me derrotarem: trabalhar mais do que eu.  (QUE O DIGA A VILLARES, EMPRESA QUE CONTINUOU PAGANDO A ELE UM SALÁRIO PARA O VER LONGE DOS OUTROS EMPREGADOS, DE QUEM ELE VIVIA 'ENCHENDO O SACO' PARA QUE FIZESSEM GREVE).  SERÁ QUE ALGUÉM ACREDITA QUE ESSE OPORTUNISTA TRABALHOU UM DIA?)
 
 
"Se ficar um vagabundo numa sala com ar condicionado falando mal de mim, vai perder", discursou o petista, sem dar nomes.  (NÃO VAI, NÃO! QUEM JÁ PERDEU FOI ELE, O MAIOR VAGABUNDO BRASILEIRO E SEU PARTIDO DA TRAMBICAGEM ).
 
Em meio aos elogios feitos à atual presidente, igualmente PTista, ____ pediu otimismo aos brasileiros diante da crise internacional. (SEJAMOS REALISTAS: PEDIU FOI VOTOS AOS IMBECIS).

 
"Temos que pensar da forma mais positiva possível. Não é porque nosso vizinho está doente que a gente vai ficar doente. Não é porque a Europa está em uma crise que a gente tem que entrar em crise." 

 
UÉ! TANTO FALATÓRIO E NEM FALOU NADA MAIS CONCISTENTE! REPETE A MESMA LENGA-LENGA DESDE 1977!!!   NÃO FALOU DE SEU CASO COM A MELIANTE AFASTADA DO CARGO, NEM DESMENTIU AS ACUSAÇÕES DE VALÉRIO!  
 
 
DÊ MAIORES EXPLICAÇÕES OU CALE-SE PARA SEMPRE!
 
 
 
Ontem, recebeu  solidariedade de  oito governadores e apoio de deputados-bengala em um ato na Câmara  (COMO SE DEPUTADO FOSSE ALGUMA COISA DIGNA DE RESPEITO!). Hoje, foi homenageado nos discursos durante a posse do novo presidente do sindicato  (QUE CAGAÇO, HEIM!!!).
 
Vagner Freitas, presidente da famosa CUT, ligada ao PT, disse que as acusações são fruto de perseguição da elite brasileira, que ainda não aceitou os avanços promovidos pelo governo Lula.
 
 
 "A elite percebeu que não consegue ganhar as eleições, então quer jogar no tapetão, no Poder Judiciário", afirmou. "Se quiserem colocar a democracia em jogo, vamos para a rua pelo direito de eleger quem quisermos."
 
 
O PT demonstra seu desespero por não ter mais nenhuma saída.
A NÃO SER QUE DEIXEMOS DE PRESSIONAR! 


EXPLICA, BOBÃO!
 
 CAI FORA, PT
 
 

 

SÓ SE ESCONDE O QUE NÃO PODE SER VISTO!

 
 RIAM, ENQUANTO PODEM,
PORQUE SEU DIA CHEGARÁ.
 

A CENSURA que vem do SENADO.  Logo do Senado!

 

Senado quer impor mais sigilo aos seus dados

Na contramão da Lei de Acesso, comissão defende sigilo para gastos com saúde, aposentadorias e pareceres da Advocacia da Casa, além da proibição de divulgar, por até 15 anos, renováveis por mais 15, o conteúdo de investigações internas