Este espaço é desaconselhável a menores de 21 anos,
porque a história de nossos políticos
pode causar deficiência moral irreversível.

É a vida de quengas disfarçadas de homens públicos; oportunistas que se aproveitam de tudo e roubam sem punição. Uma gente miúda com pose de autoridade respeitável, que engana o povo e dele debocha; vende a consciência e o respeito por si próprios em troca de dinheiro sujo. A maioria só não vende o corpo porque este, além de apodrecido, tem mais de trinta anos... não de idade, mas de vida pública.


sexta-feira, 4 de julho de 2008

Ó céus! No que acreditar?

*** ***

A revista Época (com a qual não simpatizo nem um pouco) apresentou em sua última edição uma pesquisa onde a grande maioria dos brasileiros se mostra muito caridosa. Setenta e dois por cento dos que responderam à enquete, afirmam que deixariam de comer carne para evitar a fome do planeta.

*** ***

Vejamos, então, algumas imagens de um povo feliz : ***

***
Além das últimas manifestações, muitas greves vêm ocorrendo. Mas aí ocorrem algumas dúvidas. Da mesma forma que os plebiscitos e enquetes, tais manifestações em ano eleitoral também não estariam "bem encaminhadas" por aqueles que vivem às custas do problema alheio para se mostrar melhor que seus adversários?
***

***

Será que uma simples cesta de produtos básicos levaria os pobres assalariados a se sentirem felizes com o desconforto de um baixo padrão de vida? ***

A enquete apresentada por aquela revista teria sido feita num restaurante macrobiótico?

***

&&& Parece que no Brasil a mentira se disseminou de tal forma que nos tornamos doentiamente desconfiados. Daqui a pouco não acreditaremos mais nem nós mesmos.

***

quinta-feira, 3 de julho de 2008

Pobre empresário brasileiro

Empresário, o vilão, poderá perder seu direito de escolher quem deseja ou não trabalhar para sua empresa, sob pena da lei.
***

terça-feira, 1 de julho de 2008

O tutor e os turistas

Contradição é uma coisa. MENTIRA É OUTRA.

Há quem chame isso de contradição. São os que se preocupam com o uso de palavras ofensivas (mesmo que verdadeiras). Mas muitas vezes o que poderia ser apenas uma contradição é mera tapeação.

video

Mente, presiMente! Mas não se esqueça: nem todo brasileiro é paspalho.

Para saber a quem está entregue nossa representação no Congresso, é bom visitar o site http://www.transparencia.org.br/index.html