Este espaço é desaconselhável a menores de 21 anos,
porque a história de nossos políticos
pode causar deficiência moral irreversível.

É a vida de quengas disfarçadas de homens públicos; oportunistas que se aproveitam de tudo e roubam sem punição. Uma gente miúda com pose de autoridade respeitável, que engana o povo e dele debocha; vende a consciência e o respeito por si próprios em troca de dinheiro sujo. A maioria só não vende o corpo porque este, além de apodrecido, tem mais de trinta anos... não de idade, mas de vida pública.


quarta-feira, 24 de outubro de 2007

VAIDADE x HUMILDADE

Depois de tanto tempo aturando os 'piripakis' do computador, volto à carga. VAMOS À ANÁLISE GEOMÉTRICA DO NOSSO PRESIDENTE .
Porque Lula pode ser considerado um polígono irregular:
Como a introdução desta análise esta lá prá baixo, é aconselhável relembrar: A ANÁLISE GEOMÉTRICA de Lula mostra que nosso presidente é uma triste figura disforme, com diversos lados completamente diferentes um do outro, motivo que possibilita compará-lo a um polígono irregular. Aliás, o desenho não faz jus a Lula, por estar bem menos disforme que ele.

Primeiro capítulo VAIDADE X HUMILDADE

“ O aplauso fácil e imediato, quando perseguido freneticamente por um governo, pode até ser alcançado, mas corre o risco de colocar o governante como réu perante o tribunal das história e/ou como paciente no divã de um psicanalista.”

(Frase de José Henrique Reis Lobo, advogado, em artigo na Folha de São Paulo )

Diante dos holofotes, Lula se finge de humilde homem do povo, pois seu objetivo é ganhar a simpatia das pessoas mais simples, que ficam felizes ao se identificar com ele. São votos garantidos e Lula precisa de altos cargos para manter seu ego sempre estufado. Porém, o verdadeiro Lula é o extremo oposto. Sofre de excesso de vaidade, egolatria e arrogância, suas principais características, ignoradas pelo povo.

A HORA
DA PRINCESA
Segundo um dos assessores do seu primeiro mandato, Lula precisa ter contato com o povo ou estar sempre em campanha para se ‘energizar’. Para isso foi criada a HORA DA PRINCESA, de segunda a sexta-feira às 15 horas (quando ele não está viajando, é claro). É quando o astro-pop abre seu gabinete "para receber vereadores, antigos companheiros de sindicato, padres, princesas de festas regionais (daí o nome), empresários e pessoas simples que telefonam pedindo para tirar uma foto ao lado do presidente. Em geral, os encontros da ‘hora da princesa’ não entram oficialmente na agenda nem são comunicados à imprensa" (Viagens com o Presidente). Não sei se ainda existe horário para essa aparição ‘estonteante’ . Provavelmente não passou do encantamento inicial da princesa, ao ocupar os mais alto cargo da nação . Aliás... alguém acredita que o nome dado a esse programa pastelão venha mesmo da presença de princesas regionais ou são um deboche dos assessores ao próprio lula?

O que 'energiza' o presidente astro-pop não é o contato com o povo, mas o fato de se sentir adorado. Porém, ele desconhece o que motiva tal platéia. Quem faz o povo se aglomerar e se espremer atrás das cercas e grades não é ele, Lula. O mesmo povo, que está ali, se aglomera para ver Chitãozinho Chororó, grupos de pagode, cantores de funk ou qualquer outro presidente da república que e se mostre tão acessível quanto ele.

“Ao mesmo tempo que se preocupa em respeitar a liturgia, Lula quer passar a imagem de homem do povo, que corre risco ao abraçar e cumprimentar as pessoas. Desde Fernando Collor, os seguranças do planalto não tinham tanta dificuldade para se adaptar aos hábitos de um presidente. Lula simplesmente se comporta como um showman.” ... É início de governo , e a portaria do Palácio da Alvorada, residência oficial do presidente, vira ponto de romarias. Ao sair ou chegar, Lula seus fãs.” (Viagens com o Presidente)
Desde a época de sindicalista, Lula confunde atuação pública com particular. Para Lula nunca existiu o sindicato, da mesma forma que, hoje, não existe Presidência da República. Para Lula existe apenas ele. As duas páginas abaixo, com parte de um dos seus discursos de sindicalista , deixam bem evidente sua vaidade. O uso do pronome EU e seus ataques de grandiosidade são tão repetitivos que chegam a ser doentios . Caso não estejam legíveis, os textos estarão, depois, no blog LULA AO AVESSO.
Frases recentes do megalômano presidencial:
- O orgulho de um político é poder fazer como EU faço todo dia: não há lugar neste país que EU não entre de cabeça erguida. (Logo após ser vaiado no Maracanã, no Rio). - ... se alguns quiserem brincar com a democracia, sabem que ninguém neste pais consegue colocar mais gente na rua do que EU. (ameaças a adversários que teriam provocado as vaias no Maracanã) - Não existe hipótese para o bem da democracia e o meu. (descartando um terceiro mandato consecutivo, que a atual Constituição não permite, hipótese que vem repetindo, de forma sutil e esperta, para lançar a idéia na cabeça dos incautos. (nem deveria colocar tal frase no blog, para não ser conivente com suas intenções). - ... o MEU avião ... (Lula se referindo ao Aerolula - frase que ouvi numa rádio enquanto estava presa num engarrafamento. Pena não ter escutado a frase completa. - Você tem avião do governo? Lula ao premiê da Índia e ao Presidente da África do Sul, para falar do Aerolula. Estaria o presunçoso querendo se mostrar mais poderoso que os outros presidentes?
LULA PRECISA SER O CENTRO DAS ATENÇÕES PARA SOBREVIVER.

Qualquer coisa é motivo para cerimônias. Porém, Lula não se interessa em inaugurar fábricas, por exemplo. O que importa são ações do próprio Governo, ou melhor, as ‘suas’ ações. Muitas vezes inaugura obras ainda inacabadas e volta a inaugurá-las mais tarde. Tudo para se engrandecer . Há pouco tempo, foi lançado o plano de segurança. Nada mais simples e natural a se esperar de um governo. Porém, é feita uma cerimônia à tarde no Palácio do Planalto para comemorar coisa tão simples.

“Determinadas viagens são vetadas pelo próprio Lula. Ele pergunta aos assessores se vale a pena mesmo um presidente estar em certos luares. Sua preferência é por viagens em que possa inspecionar grandes projetos”. (Viagens com o Presidente).

Outros trechos do livro "'Viagens como Presidente " que mostram sua vaidade alucinada:

“A agenda do presidente atende a três demandas específicas. A primeira é acatar os pedidos do próprio Lula, que solicita viagens e eventos, tanto no país quanto no exterior.”

“Ao retornar ao gabinete, depois de uma viagem, o presidente sempre comenta os abraços e beijos que recebeu, o assédio da multidão, os aplausos. Ele se sente mesmo ‘energizado’.”

Lula se considera inabalável; se vê como o Super-Homem da política nacional. Acredita tanto no seu poder que se contradiz escandalosamente, sem medo e sem vergonha. Tudo o que sempre criticou, quando era oposição, hoje, põe em prática. Para denunciar seus adversários, diz a eles que releiam seus antigos discursos contra a CPMF ... que eram exatamente iguais aos seus. Chega ao ponto de admitir que, quando oposição, só fazia bravatas. É o mesmo que dizer a seus eleitores: Enganei vocês, seus babacas, mas continuem me adorando em troca de bolsas, bolsinhas ou pochetes. Porque EU sou Lula, o Super-Homem. Minto, debocho de todos e continuo com seus votos garantidos.

O megalômano Lula se acha tão importante que não enxerga nada, além de si mesmo. Ignora leis. Estas são feitas apenas para os outros, como agora, quando é imposta a fidelidade partidária e ele – que tudo pode – sugere a Aécio Neves mudança de partido para concorrer à eleição presidencial em 2010. Defende políticos corruptos, por acreditar que sua palavra os isenta de punição. Acredita ser capaz de todas as conquistas e ter seus desejos sempre atendidos. Certamente nem percebe seus gastos absurdos que, para ele, devem ser naturais.

Lula tem, à sua volta, uma média de 300 homens, entre militares e funcionários para garantir sua segurança e mobiliza doze órgãos da presidência - desde a Secretaria de Imprensa até o Departamento Médico - em cada uma de suas viagens auto-promocionais, Lula deve gastar, por dia, muito mais que todos os coronéis juntos gastam com suas putas pelo Brasil a fora.

O problema é que os coronéis do Lula somos nós, que bancamosos seus gastos absurdos ... mas sem chance de sentir prazer.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Opinião dos leitores