Este espaço é desaconselhável a menores de 21 anos,
porque a história de nossos políticos
pode causar deficiência moral irreversível.

É a vida de quengas disfarçadas de homens públicos; oportunistas que se aproveitam de tudo e roubam sem punição. Uma gente miúda com pose de autoridade respeitável, que engana o povo e dele debocha; vende a consciência e o respeito por si próprios em troca de dinheiro sujo. A maioria só não vende o corpo porque este, além de apodrecido, tem mais de trinta anos... não de idade, mas de vida pública.


sexta-feira, 31 de agosto de 2012

O simbólico ataca o 'tubarão'



 
Muitos comentam, com toda razão, sobre o que pode haver de pior  no julgamento do mensalão:  a condenação dos 'pequenos', meros  paus-mandados, enquanto os verdadeiros 'tubarões' assistem tudo de camarote (refrigerado, é claro).
 
Aconteça ou não uma tragédia como essa, não se pode negar que a coisa tomou um rumo bastante inesperado, principalmente com a condenação do João Paulo Cunha, o que seria impensável.  Talvez Impensável para nós, mas não para quem vive no meio da barafunda, como se pode constatar com a notícia de algumas reações deles: nervosismo, ansiedade, algumas providências que já tomavam.  O PT, por exemplo, já se bandeava para o vice do condenado João Paulo Cunha, na base do somos teus amigos até que nos sirvas para alguma coisa (quem tem esse tipo de amigo nem precisa de inimigo!).
 
Seja como for, o enfraquecimento do PT é visivelmente proporcional ao enfraquecimento de L.I.   Tudo coincidiu: a perda de mandato do  CHEFÃO, o tratamento contra um câncer que o debilitou, o julgamento do mensalão e a condenação do queridinho do PT.
 
Já estamos no caminho, agora é só esperar que as coisas acontecerão mesmo que seja aos poucos ao invés de acontecerem de uma só vez.
 
 
QUE O SIMBÓLICO DESTRUA O TUBARÃO
E O OTIMISMO NOS JOGUE PARA FRENTE.

NADA DESTRÓI MAIS DO QUE A INSEGURANÇA.
 
 
 
 

2 comentários:

  1. Beto, sempre que começa o julgamento tenho uma aceleração nos meus batimentos cardíacos como se a julgada fosse eu! Acho que no dia do chefe da quadrilha vou precisar de um cardiologista.

    ResponderExcluir

Opinião dos leitores